sábado, 12 de maio de 2012

Viagem Inesperada (Relato de uma Viagem) Momento 1:


Nunca Pensei Viver Algo Inusitado Assim
Ouve-se Histórias, Vê-se em Novelas
Mas não Achei que Eu Seria o Protagonista
Sempre Quis Ter uma História Interessante Como Esta
Foi Tudo Tão Rápido e Tão Diferente
Quando Percebi já Estávamos Trocando Olhares
Pensamos Sempre em como Foi Diferente
Uso Palavras num Texto que É Nosso
Como um Olhar Pode Dizer muitas Coisas!!
Sentei e Aguardei o meu Destino Chegar
De Parada em Parada Imaginava: Que Olhar Foi Aquele?
Houve Reciprocidade
Pensei o que Faria para Aquela Viagem não Acabar na Parada Final
Eu Tinha Papel, mas Cadê a Caneta?
Avistei uma Senhora do Outro lado do Corredor com uma Bolsa
E pensei: ‘Mulher Carrega de Tudo numa Bolsa!’ – Não Hesitei. Pedi-lhe Emprestado a Caneta e Rabisquei Algumas Palavras e Deixei meu E-mail e Telefones...
Ao Descer, Respirei Fundo, e Fui Ao Encontro Dela...
Caramba! Que Loucura Aparente!
Ela Aceitou o Papel... Deu-me um Lindo Sorriso... Eu Falei Alguma Coisa que Não Me Recordo Mais... Eu Estava Tão Fascinado Naquele Momento!!

Flávio Barbosa dos Santos
Guarulhos-SP. – 20/12/2008
Fernanda: Minha Fonte Inspiradora

Nenhum comentário:

Postar um comentário